Meu Carrinho 0 itens

676 aparições de Killoffer

Passe o mouse para ampliar

Mais Visualizações

676 aparições de Killoffer

No catálogo desde: 31/01/2011

Seja a primeira pessoa a avaliar este produto

Disponibilidade: Em estoque

Preço Normal: R$39,90

Preço Promocional R$19,90

Descrição Rápida

676 aparições de Killoffer

Detalhes

Aparições de Killoffer Killoffer começa seu livro 676 aparições de Killoffer com autocomiseração, inquieto com a louça suja esquecida em casa, em Paris, antes de cruzar o Atlântico até o Quebec. Esse “junkie”, como gosta de se chamar, sabe muito bem valorizar a própria sujeira e a si mesmo. Ao longo do livro ele se reproduz 675 vezes, e o leitor é desafiado a contar. Ele traça com maestria esta história noir em preto e branco, nesta publicação monstro, 25x36,5cm, e monstruosa. O livro surgiu de um intercâmbio entre a França e o Canadá. Killoffer ganhou uma bolsa de estudos e hospedagem para viver em Quebec tendo, como contrapartida, escrever um livro sobre a província. Nem é preciso dizer que o livro foi vetado pela instituição que ofereceu a viagem porque, entre outras descomposturas, o autor declara em seu texto que ele era ali apenas um filtro de digestão: digeria Paris e a transformava em merda francesa na América. Biografia Patrice Killoffer nasceu em Metz, França, em 1966. Fundou a editora L’Association na década de 1990, ao lado de vários outros importantes autores para a bande dessinée (quadrinhos) contemporânea francesa. Por essa mesma editora, publicou seus livros Billet SVP, em 1995, Quand faut y aller, em 2006 e sua obra prima 676 aparições de Killoffer, em 2002, publicado no Brasil pela Barba Negra, em 2010, com tradução de Maria Clara Carneiro. Killoffer participou de diversas revistas de quadrinhos e foi indicado para o Eisner e ao Prêmio Angoulême pelas suas 676 aparições. Ele também fundou um grupo de oficinas e pensamento sobre quadrinhos, o OuBaPo, evoluindo do formato clássico para diversas outras formas geométricas. Há mais de 20 anos publica em diversos jornais franceses, inclusive no Libération, além de ilustrar revistas mensais. Também expõe, com frenquência, suas ilustrações em galerias de arte.

Informações Adicionais

Fornecedor Leya Cult

Etiquetas de Produto

Use espaço para separar as tags. Use aspas simples (') para frases.